My Items

I'm a title. ​Click here to edit me.

O poder do Empoderamento Feminino no Relacionamento Amoroso

O Empoderamento Feminino tem o poder de fortalecer a mulher para construir um relacionamento saudável, feliz e duradouro. Uma mulher empoderada sabe escolher com quem vai se relacionar e ter as melhores decisões para a sua vida sem que ninguém interfira nas suas escolhas. Logo, a mulher que busca o Empoderamento Feminino junto com o Autoconhecimento antes de se relacionar com alguém tem o poder da sua própria vida e é dona do próprio destino sendo a única heroína da sua história. Introdução Vejo muitas mulheres entrando em diferentes relacionamentos abusivos, um atrás do outro, e sendo vítimas de abusos psicológicos e/ou violência sexual. A mulher foi criada para viver o seu final feliz de contos de fadas quando conhece o seu príncipe encantado, se casa e constrói a sua família. Esse fato tem causa porque a sociedade patriarcal e machista construiu a ideia da submissão da mulher pelo homem, e da mulher ser destinada aos afazeres domésticos. Logo, durante séculos tem-se essa exigência da mulher em se casar e ser mãe para ser feliz, e por isso que muitas mulheres se sentirem obrigadas a buscar um relacionamento amoroso e assim cumprir o seu triste destino. Ao longo da história as mulheres foram silenciadas, perseguidas e violentadas de diferentes maneiras. O Empoderamento Feminino surge em cena para a mulher buscar o próprio poder dentro da sociedade, quebrar assim com esse círculo vicioso de submissão e destino de cuidados/afazeres domésticos. Com o Empoderamento Feminino a mulher pode ser a dona do próprio destino e escolhas, inclusive decidir se casar e/ou ser mãe. A felicidade não está condicionada ao relacionamento amoroso muito menos para a mulher ser destinada a se casar com um homem para ser feliz. Logo, a mulher pode ser feliz sozinha se assim desejar. Contudo, nenhuma mulher se empodera sozinha porque o Empoderamento Feminino é uma construção, uma mulher pode sim empoderar outra mulher, a união feminina faz a força e tem mais poder. E por isso, estou aqui para ajudar a mulher a se empoderar através desse texto. Espero essa leitura contribua para o seu conhecimento e aprendizado sobre Empoderamento Feminino e Relacionamento Amoroso. Sumário de conteúdo Em busca do Autoconhecimento O Empoderamento Feminino aliado ao Autoconhecimento A Mulher Empoderada no Relacionamento Amoroso Em busca do Autoconhecimento O Autoconhecimento é o passo inicial para a mulher buscar o Empoderamento Feminino justamente para saber quais são os seus gostos e interesses, conhecer os limites do próprio corpo, e definir as suas metas pessoais. É de extrema importância a mulher buscar os questionamentos da própria vida e analisar os seus resultados. O Autoconhecimento ajuda nesse fator já que contribui para a mulher se empoderar, buscar o Amor Próprio e a Autoconfiança. Se uma mulher não se ama não está pronta para se relacionar com ninguém, consequentemente, corre o risco de ter mais carência e dependência emocional, sentimentos de ciúmes e insegurança, medo de ficar sozinha. Por isso que surge o Autoconhecimento como um fator de crescimento pessoal e amadurecimento emocional. Uma mulher que tem o Autoconhecimento aliado à sua vida se conhece, enfrenta as suas inseguranças e medos, aprende com os erros do passado, conhece os próprios prazeres do corpo principalmente em relação ao seu orgasmo feminino. O Autoconhecimento ajuda a mulher também em saber o que é certo ou errado para a sua vida amorosa. O Empoderamento Feminino aliado ao Autoconhecimento O Empoderamento Feminino junto com o Autoconhecimento torna a mulher mais poderosa em suas decisões e escolhas. Não existe certo ou errado, e sim escolhas e os resultados posteriores dessas escolhas, sejam positivos ou negativos surgindo assim os aprendizados. Logo, nenhuma mulher é 100% perfeita muito menos uma Mulher Maravilha. Uma mulher é uma pessoa com as suas qualidades e defeitos, e vulnerável a erros. Isso significa que a mulher está vulnerável a fazer péssimas escolhas no relacionamento amoroso, isto é, em escolher (sem saber) se relacionar com homem que tem comportamentos abusivos e/ou desejar se relacionar com alguém para suprir alguma necessidade emocional. Até mesmo uma mulher empoderada é capaz de cometer esses erros, por isso da importância do Empoderamento Feminino para a mulher saber se chegou ao seu limite e saber a melhor decisão em relação ao seu relacionamento. O Autoconhecimento tem o poder da mulher se conhecer, saber dos seus sentimentos e pensamentos. Por conseguinte, o Empoderamento Feminino contribui para essa construção pessoal, dando mais poder para assumir o controle da própria vida, e força para seguir em frente assumindo as consequências dos seus atos. A Mulher Empoderada no Relacionamento Amoroso A Mulher Empoderada no Relacionamento Amoroso sabe escolher a pessoa certa para se relacionar e também avaliar se o relacionamento está dando certo ou não assim como identificar se ocorre algum tipo de abuso. Como a mulher empoderada não é 100% perfeita pode demorar em identificar algum tipo de sinal de abuso na relação porque muitas vezes os sentimentos podem confundir os pensamentos e o lado racional. O Empoderamento Feminino no Relacionamento Amoroso dá liberdade para a mulher tomar as suas decisões sozinha e agir de acordo com as suas vontades/necessidades. A Mulher Empoderada prioriza as suas metas pessoais, busca realizar os seus sonhos sem esquecer da pessoa que se relaciona. Isto é, a Mulher Empoderada anda sozinha atrás dos seus objetivos pessoais e também têm metas junto com a pessoa que escolheu construir uma história de amor. A Mulher Empoderada é a protagonista e heroína da sua própria história, e dona do próprio destino. A pessoa que tem relacionamento amoroso com uma Mulher Empoderada se beneficia através de comportamentos fortalecedores e resultados positivos de conquistas, assim como sente inspiração para ser também um exemplo de sucesso. Concluindo, o Empoderamento Feminino só tem a contribuir para o sucesso de um relacionamento saudável, feliz e duradouro em que as duas pessoas se beneficiam.

AS TRÊS RAZÕES PARA UM RELACIONAMENTO AMOROSO NÃO DAR CERTO

O fim de um relacionamento amoroso é doloroso e isso gera inúmeros questionamentos em relação porque acabou. Você já teve um relacionamento que acabou e não sabe porque não deu certo? Vou te ajudar a entender citando três razões de um relacionamento não dar certo. O tempo de um relacionamento amoroso não significa o seu sucesso nem o seu fracasso. Têm pessoas que não acertam nos relacionamentos amorosos e acabam colecionando relacionamentos de curta duração ou que no fim não deram certo. Se você já passou por essa situação de colecionar relacionamentos que não deram certo, acredite, você não está sozinha nessa história. Muitas mulheres e muitos homens têm dificuldade em se relacionar com outras pessoas que desconhecem os verdadeiros motivos de nunca acertarem num relacionamento amoroso. Continue lendo o texto que você vai descobrir quais as três maiores razões de um relacionamento amoroso não dar certo. Sumário de conteúdo Introdução 1) Repetir padrões de comportamentos e pensamentos negativos de relacionamentos anteriores. 2) Ter falsas expectativas em relação ao relacionamento. 3) Ultrapassar os limites da outra pessoa. 1) Repetir padrões de comportamentos e pensamentos negativos de relacionamentos anteriores. Você sabia que a maioria dos nossos comportamentos são de ações mecânicas que muitas vezes nem percebemos? É como se o nosso cérebro funcionasse no piloto automático programado a realizar as mesmas atividades diariamente do tipo acordar, dormir, comer, escovar os dentes, etc. Por causa desse piloto automático muitas vezes somos condicionados a repetir as mesmas ações principalmente quando nos relacionamos com alguém. Talvez você tenha um padrão repetitivo de comportamento dentro do relacionamento que não perceba. Essa repetição pode ocasionar em gerar outros relacionamentos fadados ao fracasso, isto é, relacionamentos que não deram certo e simplesmente acabaram. Quais seriam esses comportamentos repetitivos? Em se tratando de relacionamento amoroso são quaisquer comportamentos que incomodam a outra pessoa que se relaciona. Se em três relacionamentos seguidos ocorre a mesma reclamação em relação a um comportamento seu então esse comportamento precisa ser analisado e se necessário uma nova mudança de comportamento. Muitos comportamentos considerados negativos são: cobranças excessivas para a outra pessoa e isso incluem excessos de mensagens/ligações; ciúmes e falta de confiança na outra pessoa; insegurança e carência emocional; falta de Amor Próprio e de Autoconfiança; dependência emocional da outra pessoa; procrastinação; não cumprimento de promessa/acordos; não valorizar a outra pessoa; desequilíbrio nas ações e falta de reciprocidade; chantagem emocional e manipulação; comportamento abusivos... Você se identificou com alguns desses comportamentos negativos? Como você se sente em relação a isso? Que tipos de mudança de comportamento você deseja para a sua vida amorosa? Em relação à repetição de comportamentos, é comum, por exemplo, pessoas cujas mãe e pai se divorciaram acabarem tendo o mesmo resultado de divórcio. Assim como filhas cujas mães engravidaram na adolescência e também engravidar nessa fase. Há exceções, citei só alguns exemplos, pois já conheci pessoas com casamentos felizes e duradouros que tiveram mãe e pai divorciados, assim como já conheci mulheres que só engravidaram na idade adulta cujas mães engravidaram na adolescência. O meu propósito era só ilustrar que têm pessoas que correm o risco de repetir os mesmos resultados de mãe e pai. Se você deseja iniciar um novo relacionamento que dê certo cuja relação seja duradoura, o primeiro passo é analisar quais são os comportamentos e pensamentos negativos que podem ter atrapalhado os relacionamentos anteriores e quebrar com essa repetição gerando novos comportamentos com pensamentos mais fortalecedores. Experimente escrever num papel em duas tabelas quais foram os acertos e erros dos relacionamentos amorosos, se lembrar quais foram as queixas de seus ex, e anotar tudo. Faça uma avaliação de tudo que escreveu e analisar o que precisa ser mudado. Se preciso procure ajuda profissional para te ajudar nessa análise. Ou eu posso te ajudar numa Sessão Grátis Online de Autoconhecimento no Relacionamento Amoroso. 2) Ter falsas expectativas em relação ao relacionamento. Quem nunca teve falsas expectativas quando conheceu alguém em potencial para se relacionar? Expectativas do tipo em querer namorar sem saber se ela/ele tava afim ou expectativa no início do relacionamento em que mal começava a namorar e já sonhava com casamento, ser mãe/pai e ter uma família. Lógico que em relação às mulheres a expectativa é maior em relação a casamento do que aos homens. É comum do comportamento dos homens em não pensarem tanto em compromisso sério se comparar com as intenções das mulheres. Se você já criou algum tipo de expectativa ilusória entra no clube porque eu também já tive. Está tudo bem ter expectativa e às vezes é inevitável. Porém, o meu aviso é não criar uma visão idealizada do outra pessoa nem do relacionamento antes de conhecer profundamente a ponto de saber quais são os planos dela/dele para o futuro. Sendo assim, tenha expectativas realistas que possam ser atingidas dentro do relacionamento. Procure conhecer bem a mulher ou o homem que você deseja se relacionar, converse com ela/ele para saber quais são os planos dela/dele para o futuro e ver se alinham com os seus planos. Desse modo você vai poder construir expectativas mais reais e possíveis de acontecer. Por fim sugiro montar um plano de ação das suas metas e assim poder executar ações direcionadas com foco na realização de seus objetivos. 3) Ultrapassar os limites da outra pessoa. Cada pessoa tem o seu limite e até mesmo você. Quais são os seus limites? Que coisas você não gosta de fazer? O que você evita? O que te faria ultrapassar os seus limites? Se até você tem o seu limite quem você pretende se relacionar também tem! Por isso é de suma importância você descobrir quais são os limites dela/dele e respeitar porque cada limite deve ser respeitado. Não ultrapasse o limite da outra pessoa, isso pode desgastar a relação antes mesmo de amadurecer. E lembre-se, assim como ela/ele tem limite você também tem, consequentemente, ela/ele também tem de respeitar o seu limite para evitar quaisquer tipos de abusos seja psicológicos ou agressões físicas/sexuais. Não esqueça: NÃO É NÃO! Descubra quais são os cinco vilões do relacionamento amoroso. Clica agora no link abaixo para adquirir gratuitamente o e-book "Os 5 Vilões do Relacionamento Amoroso". Basta cadastrar seu e-mail e automaticamente receberá o e-book gratuito.

TREZE APRENDIZADOS DO FILME MEGARROMÂNTICO

Eu adoro comédia romântica e uns dos motivos por eu ser Especialista em Relacionamentos é ter a oportunidade de extrair os aprendizados dos filmes, e também ter uma desculpa em assistir aos filmes que adoro. Muitos filmes de comédia romântica segue um clichê roteirizado e sinceramente não vejo nada contra porque cumprem o propósito de entreter. Porém, há filmes que se destacam e é justamente por isso que destacar treze aprendizados do filme Original Netflix, Megarrômantico, 2019. 1) A vida pode se transformar numa comédia romântica se assim imaginar na sua mente. 2) Quando estamos mais felizes o cenário urbano pode se tornar mais colorido e as pessoas ao redor mais simpáticas. 3) A rivalidade feminina precisa ser questionada seja na disputa de homem ou no meio profissional. 4) Para o amor não há padrão de beleza. 5) Uma mãe e/ou um pai não podem acabar com as crenças de amor romântico das suas crianças por causa dos seus fracassos amorosos. 6) É importante o empoderamento feminino para a mulher se aceitar do jeito que é independente do peso do seu corpo seja magro ou gordo. 7) É importante rever as crenças negativas em relação ao amor. 8) O amor próprio e a autoaceitação devem andar juntos. 9) Quem tem baixa autoestima acaba atraindo pessoas aproveitadoras que não vai dar valor e só pedir favores. 10) O seu verdadeiro amor pode se esconder na sua melhor amiga ou melhor amigo e você nem perceber. 11) Ame a si mesma ou a si mesmo antes de desejar relacionar-se com alguém. 12) Não adianta ter talento e vocação no seu trabalho se você não tem atitude, iniciativa e autoconfiança. 13) A vida é uma jornada de autoconhecimento com possibilidades de finais felizes. FICHA TÉCNICA Título original: Isn't It Romantic Elenco Rebel Wilson como Natalie Liam Hemsworth como Blake Adam DeVine como Josh Priyanka Chopra como Isabella Betty Gilpin como Whitney Brandon Scott Jones como Donny Tom Ellis como doutor Todd Jennifer Saunders como mãe de Natalie Jay Oakerson como Gary Direção: Todd Strauss-Schulson Ano Lançamento: 2019 Duração: 1h29m

Um conto de fadas moderno

"Uma Linda Mulher, 1990" é um filme considerado como o melhor do gênero de comédia romântica. Em 2020 fez 30 anos desde o seu lançamento. Uau, trinta anos! Eu tinha um ano de idade quando esse filme foi lançado. O meu foco será justamente pelo olhar do filme em si e de acordo com a realidade do ano em que foi lançado, porque afinal já se passaram trinta anos e muita coisa mudou principalmente em relação ao empoderamento feminino. A história do filme é como se fosse uma versão moderna de Cinderela e por essa razão vou listar cinco aprendizados do filme. 1) Não devemos questionar as escolhas das pessoas quando se trata em lutar para sobreviver e garantir o seu alimento diário e a sua moradia desde que o trabalho seja honesto e não engane ninguém. 2) No momento de dificuldade uma grande oportunidade pode surgir desde que estejamos no tempo e lugar certo, e posteriormente, a vida muda para melhor. 3) Não podemos ter preconceito social por causa da aparência ou vestimenta da pessoa independente se essa pessoa tem dinheiro ou não. 4) O dinheiro não vale o preço da saúde mental que o trabalho ininterrupto pode causar numa vida cujo foco principal é o trabalho com relacionamentos vazios e sem pausa para descanso. 5) Empresas são feitas por pessoas que tem sentimentos e trabalharam para construíram os seus negócios, portanto, se um negócio faliu e a empresa é vendida não é legal visar o lucro quando se tem outras pessoas envolvidas que correm o risco de perderem seus empregos. 6) Uma mulher pode alcançar os seus sonhos independente dos seus objetivos seja para ser uma Cinderela Moderna ou uma Empresária de Sucesso, o importante é acreditar que o sonho pode se tornar realidade e construir essa realidade. 7) O amor tem o poder de transformar pessoas e comportamentos. FICHA TÉCNICA Título original: Pretty Woman Elenco Richard Gere como Edward Lewis Julia Roberts como Vivian Ward Ralph Bellamy como James Morse Jason Alexander como Philip Stuckey John David Carson como Mark Roth Laura San Giacomo como Kit De Luca Alex Hyde-White como David Morse Amy Yasbeck como Elizabeth Stuckey Elinor Donahue como Bridget Hector Elizondo como Barnard "Barney" Thompson Judith Baldwin como Susan Direção: Garry Marshall Ano Lançamento: 1990 Duração: 2h5m

OS 7 SEGREDOS DE UM RELACIONAMENTO DURADOURO

Dizem que relacionamentos não são fáceis e que exige muita paciência em se relacionar com alguém. E realmente, seria mais fácil a pessoa ficar sozinha, porém, somos seres sociáveis e precisamos de companhia seja no nível de amizade ou no amor. Pois bem, vou revelar 7 Segredos de um Relacionamento Duradouro que podem ser aplicados para a vida social e/ou vida amorosa. 1) AMOR PRÓPRIO Você se ama? Se sim, o quanto se ama? Essa é uma pergunta muito importante para você se questionar porque pessoas que não se amam e muito menos se aceitam são mais vulneráveis a atrair pessoas com comportamentos abusivos. Acredito que ninguém deseja uma pessoa abusiva e manipuladora na sua vida, e quem infelizmente atraiu para si esse tipo muitas vezes não sabe como sair desse relacionamento abusivo tóxico. Relacionamento tóxico é qualquer tipo de relacionamento que te faz mal e te deixa para baixo. Pode acontecer no meio familiar, no ambiente profissional, na vida social e na vida amorosa. A pessoa abusiva tem comportamentos egoístas, de manipulação, energia negativa que suga. O recomendável é manter distância de quem tem comportamentos abusivos! Tenha amor próprio, se aceite do jeito que você é! Tenha a sua própria personalidade, corra atrás dos seus sonhos e realize as atividades que mais gosta. Acredite, com amor próprio você vai atrair pessoas maravilhosas para a sua vida. E cuidado, se você não se ama do que adianta cobrar amor da outra pessoa? 2) AUTOCONFIANÇA Do que você tem medo? Você seria capaz de enfrentar os seus medos para vencer os obstáculos? Ou você se esconde atrás dos seus medos que te impedem de viver? Medo é preciso sentir só que até certo ponto. E como enfrentar os medos? Através da autoconfiança. Uma pessoa autoconfiante conhece os seus medos, não os nega, tem força o suficiente para enfrentar e seguir em frente. A autoconfiança permite a pessoa sair da zona de conforto e realizar os sonhos porque desistir não é uma opção. Por conseguinte, quem é autoconfiante atrai pessoas também com autoconfiança que podem te incentivar na realização das suas metas. 3) DESAPEGO Desapegar é preciso para seguir em frente e criar novas oportunidades. Precisamos desapegar não só de bens materiais mas também de pessoas que não nos fazem bem. Desapegar do passado faz parte do amadurecimento pessoal para assim poder focar no presente e idealizar o futuro. Quando se inicia um novo relacionamento amoroso é interessante se desapegar das relações anteriores e esquecer de quem se é ex. Relacionamentos que não deram certo e que houve conflitos emocionais, o ideal é desapegar de quem se relacionou, excluir os contatos das redes sociais, desapegar da pessoa e seguir em frente. O importante é esquecer da pessoa e somente extrair o aprendizado desse relacionamento para não cometer os mesmos erros numa próxima relação amorosa. Temos também desapegar de amizades tóxicas, de quem não contribui para o nosso crescimento pessoal, só suga as energias e a sua companhia só faz mais mal do que bem. Interessante de que quando desapegamos de amizades tóxicas podemos dar oportunidades para novas amizades! 4) VIVER UM DIA DE CADA VEZ O ideal é viver um dia de cada vez para focar as ações e pensamentos no presente, no momento do agora. A vida é simultânea, passageira, o tempo passa rápido e quando menos se espera não vivemos o suficiente. Não adianta focar nos problemas, afinal problemas vêm e vão, as dificuldades podem surgir até nos momentos mais felizes e abundantes. Viva um dia de cada vez. Aproveite o momento do agora. Desapegue do passado e curta o presente. Faça e realize as coisas que desejar. Seja feliz agora! Se você está num relacionamento amoroso é interessante aproveitar cada momento a dois. Experimente fazer coisas diferentes juntos. Saiba que independente da duração da relação sempre há coisas novas a conhecer da outra pessoa porque somos seres em constante transformação e amadurecimento pessoal. Por isso que um dia após o outro é possível conhecer coisas novas de quem se relaciona. Se você não se relaciona está tudo bem porque o momento presente é uma ótima oportunidade para conhecer novas pessoas, e quem sabe surgir um novo relacionamento amoroso. 5) PLANEJAR OS SONHOS E METAS Assim como se deve focar no momento presente é importante também planejar o futuro. Porém, tenha em mente que o ato de planejar não significa que as coisas vão sair exatamente o planejado ou que realmente vão acontecer. Independente disso, se deve sim planejar e realizar ações focadas para que se alcance a meta desejada. Sonhos e metas podem ser realizados se forem planejados. No meio do caminho podem surgir imprevistos ou mudanças nos planos. Ou simplesmente não era para acontecer o que se planejou. Se aconteceu exatamente do planejado, meus parabéns e é hora de celebrar a sua vitória! É importante planejar todas as etapas do relacionamento que incluem: noivado, casamento, lua de mel, comemorações, viagens, compra da casa própria, maternidade e paternidade, despesas de crianças, realizações pessoais, conquistas profissionais, outros sonhos e metas. Lógico que essas são apenas sugestões e a sequência dos acontecimentos é o próprio casal que constrói. O ideal começar a planejar uma vida a dois quando se está namorando a partir do momento em que ambos estejam na mesma sintonia e tenham planos individuais semelhantes. De nada adianta planejar casamento e construir família se a outra pessoa não tem planos de casar, por exemplo. Não existe um tempo mínimo para começar a planejar vida a dois porque varia da maturidade de cada pessoa, porém, o ideal é a partir de seis meses de namoro já que é um tempo mínimo de conhecer um pouco com quem se relaciona. Para quem não se relaciona é a oportunidade ideal para planejar os seus sonhos e metas sem se preocupar com ninguém porque assim é livre para aceitar oportunidade de emprego em qualquer lugar do mundo, por exemplo e se surgir essa oportunidade. É importante priorizar primeiro a carreira profissional para depois pensar em namoro. Você pode também planejar o tipo de relacionamento amoroso que deseja, analisar se não vai atrapalhar a sua vida profissional. 6) ACEITAR AS DIFERENÇAS Cada pessoa é única e diferente com os seus próprios ideais e gostos. Fora isso a diversidade humana é variada com as etnias, estilos de vida, orientação sexual, classe social, status social, preferência política, religião... Logo, é importante respeitar as diferenças individuais principalmente se as opiniões forem divergentes. É comum pessoas pertencerem a grupos sociais com pensamentos semelhantes só que assim corre o risco de excluir pessoas com ideias diferentes que poderiam contribuir para o grupo. Aceitar conviver com pessoas de ideias diferentes da sua faz parte do crescimento pessoal e cria oportunidade de abrir a mente para diferentes pontos de vistas. Não se atenha a somente um lado, procure saber o outro ponto de vista e depois assim chegar numa conclusão mais acertada. Em se tratando de opiniões não existe o certo ou o errado, e sim pensamentos diferentes sobre um mesmo tema. E acredite, cada pessoa quer simplesmente defender a sua ideia e ser ouvida. Dentro de um relacionamento amoroso é adequado ter mais interesses em comum do que o contrário. Entre duas pessoas que se relacionam para uma boa convivência precisa ter uma base de diálogo e para isso ser possível é preciso sim ter gostos em comum (lógico que dá para ter gostos diferentes). Só que na balança os gostos em comum precisa ser maior do que os gostos diferentes. Relacionamento é um equilíbrio de gostos e interesses pessoais em que cada pessoa precisa saber quando ceder para agradar a outra pessoa. Precisa haver a reciprocidade dos sentimentos e ações, e os desejos das duas pessoas serem atendidas. Não é legal ninguém sair em desvantagem! O relacionamento para dar certo precisa ter mais interesses e gostos em comum, porém, nesse ponto é preciso respeitar e aceitar as diferenças de cada para uma boa harmonia. Se a pessoa com quem se relaciona pensa diferente de você em relação a determinado assunto experimente criar um debate em que cada um vai defender as suas ideias, contudo, essa experiência é para ambos exercitarem a arte de ouvir enquanto a outra pessoa fala, no final os dois avaliam os pontos debatidos e assim cada um individualmente procura aceitar as ideias diferentes da suas. Uma pessoa que está a procura de alguém para se relacionar precisa estar aberta a aceitar a diversidade. Não se limite a buscar somente um certo tipo de beleza que te atrai porque assim corre o risco de não conhecer uma pessoa maravilhosa que poderia contribuir para a sua vida. E tem mais, se focar somente num tipo de beleza não é garantia que essa pessoa vai desenvolver um bom relacionamento com você. Abra possibilidade de conhecer pessoas de classes sociais, estilos de vida e etnias diferentes da sua. Na hora de procurar alguém para se relacionar não exclua ninguém só por ser de etnia ou classe social diferente da sua. Quem sabe assim é uma oportunidade de conhecer alguém que pode contribuir para melhor a sua vida. 7) AUTOCONHECIMENTO E AUTOACEITAÇÃO Por fim, não menos importante o Autoconhecimento é primordial não só para o relacionamento amoroso mas também para a própria vida. Quem busca o Autoconhecimento desenvolve o Amor Próprio, tem Autoconfiança, desapega das coisas/pessoas que não faz bem, vive um dia de cada vez e planeja as metas a realizar, aceita as diferenças tendo a mente aberta em conhecer diferentes pessoas e pontos de vistas. Quem é você? O que você curte? Quais são os seus valores? Quais filmes e séries você adora? Qual o seu maior medo? Quais são os seus pontos negativos e positivos? Qual o seu maior sonho? O quanto você se conhece a ponto de sair da zona de conforto e viver novas experiências? Como está a realização das suas metas? Através do Autoconhecimento você se conhece, aceita quem você é, muda o que precisa ser mudado para melhor em si. Quem se autoconhece tem autoaceitação e se ama. Com o Autoconhecimento você sabe dos seus limites, enfrenta os seus medos e realiza coisas incríveis na sua vida. Uma pessoa com Autoconhecimento tem Alta Autoestima e aceita somente o melhor para si que inclui relacionamentos amorosos saudáveis e amizades mais construtivas. O Autoconhecimento é a chave de sucesso para qualquer tipo de relacionamento!

Contate-nos

© 2020 por Janaina Ramos - Especialista em Relacionamentos

  • Facebook ícone social
  • Instagram