O QUE É EMPODERAMENTO FEMININO



O Empoderamento Feminino entra em cena para dar poder e mais visibilidade para a mulher conquistar o seu espaço que é de direito. A mulher empoderada é livre e independente para tomar as melhores decisões na sua vida sem que ninguém interfira. Por conseguinte, é a única protagonista da sua história.


Introdução


O Empoderamento Feminino é a luta pela igualdade de direitos, o reconhecimento e a liberdade feminina. Ao longo da história da humanidade as mulheres perderam o protagonismo sendo representadas como coadjuvantes e os homens como os grandes personagens de eventos importantes. Em gerações passadas a mulher era destinada somente ao cuidado do lar e de suas crianças, sendo dona de casa, não tinha direitos, não podia votar, dependia da autorização do marido e não era livre para realizar seus sonhos.


O Empoderamento Feminino defende a independência da mulher e também a sua liberdade. Consequentemente, a mulher defende a sua opinião, se valoriza, conquista o seu espaço no mercado de trabalho, é dona da sua própria vida. O Empoderamento Feminino envolve também favorecimento das mulheres mais vulneráveis e de classes sociais mais precárias, por isso é importante ampliar o acesso da educação, informação e tecnologia, saúde pública e moradia para comunidades mais carentes.


Com o Empoderamento Feminino a mulher toma poder para si, se fortalece e promove ações pela igualdade de gênero, além de tomar decisões sobre a sua vida com as suas próprias escolhas. O ato de empoderar a mulher é diminuir a desigualdade na política e economia do país.


Sumário de conteúdo


  • Os 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres (ONU, 2010)

  • Significado da palavra “Empoderamento” nos Dicionários

  • Importância do Empoderamento Feminino


Os 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres (ONU, 2010)


1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e não-discriminação.
3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.