STENDHAL (1783-1842)

Essa grande crise moral mudou a natureza do sentimento que unia Julien à amante. O amor deixou de ser apenas admiração pela beleza, orgulho de possuí-la.

A felicidade era agora de uma natureza superior, a chama que os devorara tornou-se mais intensa. Tinham arroubos de loucura. A felicidade deles teria parecido maior aos olhos do mundo. Mas nunca recuperaram a serenidade deliciosa, a ventura sem nuvens, a felicidade fácil dos primeiros tempos de amores, quando o único temor da sra. de Rênal era o de não ser amada por Julien. A felicidade deles às vezes tinha a fisionomia do crime.

O VERMELHO E O NEGRO

Comentários