MIL E UMA NOITES

É ele diante de quem o maior dos benfeitores se inclina e se obscurece; pois ele ganhou o coração de todos os seres de escol.


Eu canto suas obras, que não são obras, mas coisas tão belas, que alguém poderia fazer delas um colar, para ornar o pescoço.


E se lhe beijo a ponta dos dedos, é porque não mais são dedos, mas chaves de todos os benefícios.

Comentários