BOCCACCIO (1313-1375)

— Mulheres: sei o que foi que determinei; e sei-o tanto quanto vocês o sabem; o que vocês querem demonstrar não conseguirá desviar-me desse propósito; pense-se que a nossa época é tal que, desde que os homens e as mulheres se abstenham de agir desonestamente, toda conversação é permitida. Ademais, não sabem vocês que, devido às condições péssimas desta estação do ano, os juízes abandonaram os tribunais? Que as leis, tantos as divinas como as humanas, se encontram suspensas? E que ampla liberdade se concede, para se conservar a própria vida, a quem quer que seja? Embora se amplie a demonstração da sua honestidade, com este novelar, por ficar demonstrado que, nos atos, nunca se deve seguir exemplo que não seja digno — e como o novelar se fará para proporcionar encantamento a você e aos outros — não vejo com que argumento, no futuro, alguém as possa repreender. Além do mais, este nosso grupo, desde o primeiro dia, até a este momento, tem tido conduta honestíssima. Por palavra que se haja proferido, não me parece que esta conduta se haja maculado, nem virá a macular-se, com a ajuda de Deus. Ademais, quem é que não tem conhecimento da honestidade de vocês? Creio que essa honestidade não poderia ser posta em perigo por algumas conversações divertidas, e nem mesmo, pelo terror da morte. Para dizer-lhes a verdade, se alguém souber que vocês hajam deixado de novelar alguma vez, por tal receio, então é que virá a suspeitar serem vocês culpadas daquilo sobre o qual se houverem recusado a falar. Escusado é dizer que vocês me fariam estranha homenagem, se se recusassem a falar em torno do tema por mim proposto; pessoalmente, fui obediente a todos os que aqui reinaram; agora, depois de vocês me elegerem seu rei, e de me porem a lei nas mãos, penso poder esperar que a mesma obediência me seja devida. Deixem, pois o mencionado receio, que mais se indica aos espíritos perversos, do que ao de vocês; e, com boa sorte, cada qual que pense em fazer uma bela narrativa.

O DECAMERÃO
Sexta Jornada: Elisa
Despedida

Comentários