FLAUBERT (1821-1880)

Era a quarta vez que ela dormia em um lugar desconhecido. A primeira tinha sido no dia de sua entrada no convento; a segunda, a de sua chegada a Tostes; a terceira, em Vaubyessard; a quarta era esta; e acontecia que cada uma acabara por abrir em sua vida como que uma fase nova. Não acreditava que as coisas se pudessem representar as mesmas em lugares diferentes e, visto que a porção vivida tinha sido má, sem dúvida o que restava a consumir seria melhor.

MADAME BOVARY

Gustave Flaubert foi um escritor francês. Prosador importante, Flaubert marcou a literatura francesa pela profundidade de suas análises psicológicas, seu senso de realidade, sua lucidez sobre o comportamento social, e pela força de seu estilo em grandes romances, tais como Madame Bovary (1857), A Educação Sentimental (1869), Salambô (1862) e contos, tal como Trois contes (1877).

Comentários