MIL E UMA NOITES

Se eu deixei aquele que meu coração amava, não foi por fastio nem lassitude. Ele cometeu uma falta que o fez merecer o abandono.

Ele desejou associar outrem em nossa paixão comum, ao passo que o meu coração, os meus sentidos e a minha razão não podiam pender para uma tal sociedade.

Comentários