STENDHAL (1783-1842)

"Como assim? Estou amando? Amando! Eu, uma mulher casada, apaixonada! No entanto", pensava, "nunca senti por meu marido esta loucura sombria que não me deixa afastar o pensamento de Julien. No fundo ele é apenas uma criança cheia de respeito por mim! Esta loucura vai passar. Que importam ao meu marido os sentimentos que eu possa nutrir por esse rapaz? O sr. de Rênal se aborreceria com as conversas que tenho com Julien sobre coisas da imaginação. Só pensa nos negócios. Não tiro nada dele para dar a Julien."

O VERMELHO E O NEGRO

Comentários