FLAUBERT (1821-1880)

A noite estava escura. Caíam algumas gotas de chuva. Ela aspirou o ar úmido que lhe refrescava as pálpebras. A música do baile zumbia ainda em seus ouvidos, e ela fazia esforços para se manter acordada, a fim de prolongas a ilusão dessa vida luxuriosa que em breve seria preciso abandonar.

Clareou a madrugada. Ela olhou as janelas do castelo, longamente, tentando adivinhar quais eram os quartos de todos aqueles que havia notado na véspera. Gostaria de conhecer a existência deles, penetrar nela, confundir-se nela.

MADAME BOVARY



Gustave Flaubert foi um escritor francês. Prosador importante, Flaubert marcou a literatura francesa pela profundidade de suas análises psicológicas, seu senso de realidade, sua lucidez sobre o comportamento social, e pela força de seu estilo em grandes romances, tais como Madame Bovary (1857), A Educação Sentimental (1869), Salambô (1862) e contos, tal como Trois contes (1877).

Comentários