BOCCACCIO (1313-1375)

— Pânfilo demonstrou, em sua narrativa, a bondade de Deus, através da circunstância de Ele não se incomodar com os nossos erros, quando estes resultam de dados básicos que não possam ser deslindados por nós. Eu, na minha novela, pretendo demonstrar o quanto aquela mesma bondade, sustentando os defeitos daqueles que dela deveriam dar verdadeiro testemunho, por meio de obras de e de palavras, dá de si mesmo prova de verdade infalível; e isto ocorre para que nós prossigamos acreditando naquilo em que nós acreditamos, e o façamos ainda com mais firmeza de ânimo.

O DECAMERÃO 
Primeira Jornada: Pampinéia. 
Segunda Novela: Neifile

Comentários