BOCCACCIO (1313-1375)

Aquele que, sendo infinito, determinou, por lei irrevogável, que todas as coisas terrenais tenham fim, aprouve, entretanto, que o meu amor, mais fervoroso do que qualquer outro, por si mesmo acabasse reduzido à própria intensidade, pelo efeito do correr do tempo. Era um amor que nenhuma força de argumentação, nem de conselho, nem de vergonha, nem mesmo de perigo, havia podido dobrar, e menos ainda dissipar.

O DECAMERÃO 
Proêmio 

Comentários