POPE (1688-1744)

Pai de todos! adorado 
Em todo tempo, em todo clima, 
Por santos, selvagens e sábios, 
Jeová, Júpiter ou Senhor. 
Tu grande primeira causa, a menos compreendida, 
Que limitaste toda a minha percepção 
A saber apenas isto: que tu és bom, 
E que cego sou eu.

Alexander Pope foi um dos maiores poetas britânicos do século XVIII. Sua mocidade foi pontilhada de contratempos, consequência de ser filho de um comerciante católico

Comentários