MACHADO DE ASSIS (1839-1908)

Morrer! Todos nós havemos de morrer; basta estarmos vivos.

Comentários