MURILO MENDES (1901-1975)

Os deuses vingam-se dos homens, morrendo.





Comentários