NÃO POSSO PARAR DE ESCREVER

Preguiça. Cansaço. Sono. Tédio. Procrastinação. Falsas promessas. Falta de vontade. Namoro. Viagens. Corridas diárias. Consultas médicas. Abandono... 

Essas são as desculpas e motivos que não publiquei nada nos últimos dias. Cobrem de mim, ou não, a verdade é que ninguém me cobra para escrever nesse blog, posso ficar meses e ninguém irá me cobrar, ninguém além de mim mesma. Não estou fazendo drama, é a verdade. Talvez seja por ninguém se importar com esse blog ou por ter outras leituras prioritárias ou por ninguém que realmente interesse não tenha acesso a mim já que ainda não coloquei o acesso para entrar em contato comigo. A questão é: eu coloquei como meta em escrever uma postagem pessoal e mais um texto autoral por dia, não estou cumprindo isso e me culpo por não cumprir com a minha palavra. E não é por falta de criatividade, pois, tenho várias ideias a escrever e colocar no papel (vulgo tela do computador/tablet/celular). 

Algumas observações dos meus últimos dias. Tenho andado extremamente cansada e não é exagero dizer isso. Não iniciei reeducação alimentar nem tampouco estou fazendo exercícios físicos salvo os raríssimos dias que ano de patins e isso aos finais de semana. Também não estou me pesando pois quando eu começar a emagrecer sentirei pelas roupas e não quero me preocupar com números na balança. Nos horários de folga durante a semana chego em casa tão exausta que só penso em tomar banho, comer e dormir, quando fico acordada assisto alguma série e faz tempo que não assisto algum filme no Netflix. Nos finais de semana eu aproveito o tempo com o meu namorado pois é quando tenho oportunidade de vê-lo e procuramos fazer coisas diferentes e diversificadas. 


Nessa semana fui a consultas médicas, no ginecologista, na dentista e na reumatologista. Felizmente não tenho sentido mais tremores no corpo, espero que não volte a sentir, terei de marcar consulta com neurologista porém não tenho conseguido êxito nas ligações na clínica mas continuarei tentando. Em se tratando de ginecologista, eu prefiro ser consultada por uma mulher que entende muito mais de um corpo feminino do que um médico especialista na área que não sente na pele, infelizmente não tinha conseguido marcar com uma mulher e por falta de escolha passei por um médico homem que não me examinou, só fez perguntas, solicitou exames cuja letra não entendo. Não questionei na hora mas no mínimo deveria ter me examinado, não foi o único ginecologista e nem será o último que não irá examinar a mulher na consulta por nojinho de buceta. Sim, nojinho de buceta, ginecologista homem que não examina a mulher na consulta está na profissão errada e pode ser erroneamente taxado de misógino. Em relação à reumatologia, fiquei com dúvida se realmente tenho artrite reumatoide precoce pois a médica que deu o diagnóstico no ano passado deu sem exames ambulatoriais e a que fui nessa semana solicitou alguns exames para depois dar o diagnóstico correto. E assim, finalmente saberei o que tenho realmente para poder tratar da minha saúde.

Lógico que eu deveria ter iniciado reeducação alimentar e exercícios físicos mas isso será assunto para outro dia. E não, não tenho abandonado o blog, tenho programado várias postagens por tópicos, por exemplo, as citações estão programadas até abril de 2018 e tem muitas ainda a programar. Portanto, estou programando por assuntos as postagens e por isso nesse mês de fevereiro não postarei a quantidade diária de postagens como eu planejava, mas a partir de março o blog será normalizado com as suas publicações diárias, assim espero.


Comentários