PRAZERES DA LEITURA

JANAINA RAMOS

O êxtase que arrasta multidões,
O poder opressor que faz prisioneiros
Da espécie de prisão invisível
De submissão da existência.
Fui subjugada a enfeitiçar e encantar
Aqueles que pregam os olhos em mim.
Seduzo os meus amantes
A me seguirem até a morte.

Como meus escravos devem atacar
As minhas ordens e seguir meus ensinamentos
Eu vos mostrarei o caminho da sabedoria
E sereis sábio com o tempo.

Sou a leitura que seduz e encanta os leitores,
Comigo ninguém está só.
Leiam as minhas palavras, gozem
E sintam prazer da minha leitura.


Comentários