AMOR INCERTO

(17/10/2008)

O amor é dolorido
conforme nos apossamos dele.
Esse sentimento tão puro,
tão exaltado pelos poetas
e lembrado pelos amantes,
se não houver retorno
há o risco de acarretar
imensas dores ao coração apaixonado.
Fujo do amor,
temo ser amada ou amar,
sonho e idealizo um amor perfeito,
de poder pertencer somente a um homem
e eternizar-se pela felicidade.

Hoje despertei diante
de uma verdade desconhecida.
meus pensamentos estão desordenados,
a crença dos meus ideais
ferindo a doutrina do meu pensar.

Não sei mais o que digo ou penso,
confundo-me ante as incertezas.
que escolha seguirei
a respeito das minhas emoções?


JANAINA RAMOS


Comentários