ESTE LIVRO

FLORBELA ESPANCA



Este livro é de mágoas. Desgraçados
Que no mundo passas, chorai ao lê-lo!
Somente a vossa dor de Torturados
Pode, talvez, senti-lo... e compreendê-lo.
Este livro é para vós. Abençoados
Os que o sentirem, sem ser bom nem belo!
Bíblia de tristes... Ó Desventurados,
Que a vossa imensa dor se acalme ao vê-lo!

Livro de Mágoas... Dores... Ansiedades!
Livro de Sombras! Névoas e Saudades!
Vai pelo mundo... (Trouxe-o no meu seio...)

Irmãos na Dor, os olhos rasos de água.
Chorai comigo a minha imensa mágoa,
Lendo o meu livro só de mágoa cheio!...

Florbela Espanca
(8 de dezembro de 1894, Vila Viçosa, Portugal - 8 de dezembro de 1930, Matosinhos, Portugal)
Florbela Espanca, batizada como Flor Bela Lobo, e que opta por se autonomear Florbela d'Alma da Conceição Espanca, foi uma poetisa portuguesa.

Comentários