ANDRÉ GIDE (1869-1951)

Camarada, não creias em nada, não aceites nada sem prova. O sangue dos mártires jamais provou coisa alguma. Não há religião, por mais louca que seja, que não tivesse tido os seus, e que não houvesse suscitado convicções ardentes. É em nome da fé que se mata. O apetite do saber nasce da dúvida. Pára de crer e instrui a ti mesmo. Nunca se procura impressionar aos outros a não ser quando faltam provas. Não te deixes enganar, não te deixes impressionar.

André Paul Guillaume Gide foi um escritor francês. Recebeu o Nobel de Literatura de 1947. Oriundo de uma família da alta burguesia, foi o fundador da Editora Gallimard e da revista Nouvelle Revue Française.



Comentários