CAMÕES (1524-1580)

E, como ia afrontada do caminho,
Tão fermosa no gesto se mostrava,
Que as estrelas e o céu e o ar vizinho
E tudo quanto a via, namorava;
Dos olhos, onde faz seu filho o ninho,
Uns espíritos vivos inspirava,
Com que os pólos gelados acendia,
E tornava do fogo a esfera fria.

Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente. Pouco se sabe com certeza sobre a sua vida.

Comentários