CAMÕES (1524-1580)

A lei tenho daquele a cujo império
Obedece o visíbil e invisíbil,
Aquele que criou o Hemisfério,
Tudo o que sente e todo o insensíbil,
Que padeceu desonra e vitupério,
Sofrendo morte injusta e insofríbil,
E que do Céu à Terra enfim desceu,
Por subir os mortais da Terra ao Céu.

Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente. Pouco se sabe com certeza sobre a sua vida.

Comentários