CANÇÃO PARA REMAR

CECÍLIA MEIRELES





Doce peso
desta sonolência,
leve cadência
de amor e desprezo.


Lua mansa,
pedaço perdido
do anel partido
de alguma esperança.


Grande estrela
toda desfolhada
na água parada
para recebê-la.


Noite fria,
sem desejo humano.
Brisa no oceano
da melancolia.


Rosto sério
das ondas do mundo.
Bóiam no fundo
ramos de mistério.


(Doce peso
desta sonolência...
Leve cadência
de amor e desprezo...)

Cecília Meireles
(7 de novembro de 1901, Tijuca - 9 de novembro de 1964, Rio de Janeiro)
Cecília Benevides de Carvalho Meireles foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa. 

Comentários

  1. Janaina vim conhecer o teu canto e me encantei , encotnrei anjos e poemas lindos.
    Tenhas um fim d semana maravilhoso.

    ResponderExcluir
  2. Fez uma linda escolha!
    beijos, tenha um lindo final de semana também

    ResponderExcluir

Postar um comentário