UMA ÓRFÃ ADOTA A HUMANIDADE

MURILO MENDES


Vejam só meus quinze anos.
Eu não tenho mãe nem pai,
Nem ao menos um irmão.
Quero mãe para meu beijo,
Um pai para o meu abraço
E um noivo pro corpo todo,
Adoto a quem conhecer:
Bem pode o mundo dormir
Na sombra de uma mulher.

Murilo Mendes
(13 de maio de 1901, Juiz de Fora, Minas Gerais - 13 de agosto de 1975, Lisboa, Portugal)
Murilo Monteiro Mendes foi um poeta e prosador brasileiro, expoente do surrealismo brasileiro.

Comentários