A ILHA PERDIDA

JANAINA RAMOS

Num longínquo tempo onde o homem era senhor de si e não escravo do dinheiro, a humanidade vivia na igualdade de suas posses. Todos eram iguais, não havia discriminação social, o intelecto culto imperava em suas mentes. O crime não existia, não havia maldade nem mentiras. Essa sociedade igualitária era afastada e desconectada com o mundo moderno, todos de sua população vivam numa ilha totalmente isolada e contentavam-se com a escuridão tecnológica.



Comentários