CAMÕES (1524-1580)


Eis nos batéis o fogo se levanta
Na furiosa e dura artilharia;
A plúmbea plea mata, o brado espanta;
Ferido, o ar retumba e assobia.
O coração dos Mouros se quebranta,
O temor grande o sangue lhe resfria;
Já foge o escondido, de medroso,
E morre o descoberto aventuroso.

Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal, considerado uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do Ocidente. Pouco se sabe com certeza sobre a sua vida.

Comentários