JORGE DE LIMA (1895-1953)

Dor é vida. Se vivo é porque sofro e sinto. 
O primeiro vagido é um hino ao sofrimento 
E o olhar do moribundo é o último lamento 
— Ambos vêm do sofrer e têm o mesmo instinto.

Jorge Mateus de Lima foi um político, médico, poeta, romancista, biógrafo, ensaísta, tradutor e pintor brasileiro. Inicialmente autor de versos alexandrinos, posteriormente transformou-se em um modernista.


Comentários