RECORTES LITERÁRIOS: EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO

Marcel Proust (1871-1922)
Os interesses da nossa vida são tão múltiplos que não é raro que, numa mesma circunstância, as marcas de uma felicidade que ainda não existe sejam postas lado a lado com o agravamento de um desgosto que estamos sofrendo.

PROUST, 2004, p.298
Combray
NO CAMINHO DE SWANN
(Em busca do tempo perdido)

Comentários