RECORTES LITERÁRIOS: EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO

Marcel Proust (1871-1922)

Então percebia que semelhante interesse, essa tristeza, só existia nele como uma doença e que, quando fosse curada, os atos de Odette, os beijos que ela pudesse dar, se tornariam inofensivos como os de tantas outras mulheres.

PROUST, 2004, pp.223-224
Um amor de Swann
NO CAMINHO DE SWANN
Em busca do tempo perdido

Comentários