HENRIQUETA LISBOA (1901-1985)

Na morte, não. Na vida.
Está na vida o mistério
Em cada afirmação ou
abstinência.
Na malícia
das plausíveis revelações,
no suborno
das silenciosas palavras.

Flor da Morte

Henriqueta Lisboa foi uma poetisa brasileira.

Comentários