AUGUSTO DOS ANJOS (1884-1914)

Ser homem! escapar de ser aborto! 
Sair de um ventre inchado que se anoja, 
Comprar vestidos pretos numa loja 
E andar de luto pelo pai que é morto! 

E por trezentos e sessenta dias 
Trabalhar e comer! Martírios juntos! 
Alimentar-se dos irmãos defuntos, 
Chupar os ossos das alimárias!

Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos foi um poeta brasileiro, identificado muitas vezes como simbolista ou parnasiano.

Comentários