ODES DE RICARDO REIS

COROAI-ME de rosas,
Corai-me em verdade
De rosas -
Rosas que se apagam
Em fronte a apagar-se
Tão cedo!
Corai-me de rosas
E de folhas breves.
E basta.

Comentários