Não deixe minha mente sem ti
És única, feliz e especial
És gentil e misteriosamente bela
Queres meu ser, amante carnal
Queres minha alma, minha calma
Queres meu desejo em seu beijo
*
*
Digo a ti, que já me tens
E que por mais ingênuo
É a verdade que anseio
Sim, realidade de nenhum bem
*
De te querer sempre assim
Natural como viste a mim
*
*
*
Fernando Levra
*
16/03/2010

Comentários