Depressão

Fui surpreendida ante a presença da depressão na qual sonda a minha vida desde dos meus 12 anos e ainda não libertei-me desse terrível mal que suga as minhas forças...
Nessa semana a depressão acabou comigo, desanimei com tudo, entristeci, derramei inúmeras lágrimas de pranto de choro, não tinha vontade para nada, muito menos pra ler e escrever... Eu sou a culpada do meu infortúnio... A depressão aparece quando menos esperamos, ela surge de repente, como combater um inimigo oculto que só ataca em nossos momentos de fraqueza de espirito? Não fui vencida pela depressão, a guerra ainda não acabou, sou mais forte que ela e posso derrota-la. Em momentos depressivos não possuo controle dos meus pensamentos e ações, inutil raciocinar direito quando a dor de cabeça ataca com fortes intensidades e fico desnorteada...
Não quero ser a eterna solitária que afasta as pessoas de mim, não nego que gosto da solidão, mas, gosto dela em momentos em que dedico aos meus estudos, sou uma leitora compulsiva e todos os leitores são solitários quando lêem, aprazo também a solidão a pensar e escrever. Sinto medo, eu sou muito medrosa, temo a solidão e o desprezo das pessoas. Reconheço que a depressão está dentro da minha cabeça, mas como libertá-la? Invejo a todos aqueles que não se queixam de nenhuma dor, são felizes e não sabem, não lembro do último dia em que não senti nenhum tipo de dor. Corro atrás de qualquer tipo de tratamento que for necessário a não mais sentir nenhuma dor...
Hoje acordei com febre, ainda continuo nesse estado, apesar que não deliro, a febre deve ser a consequencia da minha depressão... Depressão, todos a repugnam...
Quero libertar-me o quanto antes da depressão antes que ela me enlouqueça. Não posso mais continuar nesse estado de fraqueza de espirito, desanimo que não dá vontade de fazer nada, abomino o tédio e não gosto de desperdiçar o tempo. Não possuo motivos pra estar deprimida e triste, eu amo e sou amada, tenho amigos que gostam de mim, estou conquistando alguns dos meus sonhos, mas a desgraçada depressão aparece exatamente nesses momentos de felicidade para estragar mesmo o momento... O problema da minha depressão não é nada e nem ninguem, o problema sou eu, devo encontrar sozinha a origem dos meus pesares, quero seguir adiante sem temer nada, sem ter medo de ser feliz...

Comentários